Manutenção do condomínio: 7 coisas que você não pode esquecer

Manutenção do condomínio

Uma das principais preocupações de um síndico é atuar na manutenção do condomínio. É assim que acidentes são evitados, garantindo a segurança dos moradores do prédio. E esse tipo de trabalho não é simples: são muitos os detalhes e cuidados que não podem ser deixados de lado para garantir o bem estar e segurança do condomínio.

Para ajudar nessa luta diária de todo síndico, separamos uma lista de cuidados com a manutenção que você não pode esquecer. Confira!

Dicas de manutenção

1. Para-raios:

No mínimo uma vez ao ano, a inspeção do para-raios precisa ser feita na manutenção do condomínio, e cabe ao síndico providenciá-la. É necessário procurar uma empresa habilitada e solicitar que ela faça a inspeção e emita um laudo, além da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).

2. Gás:

Você certamente já ouviu falar em acidentes graves devido a vazamento de gás dentro de apartamentos. Para evitar esses problemas, tanto a central de gás quanto todos os ramais devem ser inspecionados. A central precisa ser verificada na manutenção do condomínio pelo menos uma vez ao ano e os ramais a cada três anos. Não se esqueça de solicitar a emissão de laudo e recolher a ART. Lembre-se que caso você note uma mudança brusca na conta e no gasto de gás, é sinal de que há vazamento. Nesse caso, adiante a inspeção e peça para os condôminos ficarem atentos.

3. Elevadores:

Assim como o para-raios, o elevador também precisa ser fiscalizado e conservado por uma empresa especializada que emitirá o RIA (Relatório de Inspeção Anual) e recolher uma ART. Verifique se a empresa é cadastrada no Contru (Departamento de Controle do Uso de Imóveis) antes de realizar a manutenção do condomínio.

4. Bombeiro:

Para a prevenção de incêndio estar em dia, a cada dois ou três anos, de acordo com o espaço, o Corpo de Bombeiros precisa inspecionar e emitir o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). Nessa vistoria eles irão verificar os extintores, mangueiras, placas de sinalização, alarmes, entre outros. Lembre-se que os extintores têm validade e você precisa conferi-la para deixá-los em dia.

5. Sistema elétrico:

Não menos importante do que os demais itens é o sistema elétrico. É necessário ficar atento e fazer uma inspeção semestral para verificar o fio terra, o sistema de aterramento e mau contato. Isso deve ser feito por empresa habilitada e o comprovante deve ser guardado e arquivado.

6. Caixa d´água:

A limpeza anual é obrigatória, então é necessário incluir esse procedimento na manutenção do condomínio. O ideal é chamar um profissional qualificado para tal procedimento, visto que, caso a sujeira caia na tubulação por um erro de uma pessoa que não faz esse tipo de serviço, pode ocorrer um entupimento que leva sujeira para as torneiras dos apartamentos.

7. Portões, alarmes, interfones:

É bom ter um contrato com uma empresa que garanta o atendimento rápido e a manutenção desses sistemas. Afinal, quando esses aparelhos não funcionam, a segurança do condomínio fica comprometida.

Gostou das dicas? Como você realiza a sua manutenção do condomínio? Conte pra gente nos comentários! 

Sobre Equipe SocialCondo

SocialCondo é o aplicativo para condomínio que melhora a comunicação e organiza a vida em conjunto.