As 5 Soluções do Salão de Festas Residencial

salão de festas residencial

O salão de festas residencial é um local para lazer e diversão, mas para que não se perca essa ideia e acabe dando dor de cabeça e desentendimentos pelo seu uso, é preciso organizar esse espaço já essencial do condomínio. Os problemas mais frequentes são barulho, danos ou perdas de itens,  excesso de pessoas, e condições precárias quanto à limpeza após o evento, e devem contar com medidas nas normas de condomínio que evitem esses problemas.

Sabendo dos principais problemas com o uso do salão de festas residencial, separamos as cinco soluções para precaver problemas e não deixar que a festa em condomínio seja um incômodo.

  • Definir quem pode usar/reservar o local:

O salão de festas residencial é um benefício que o condomínio oferece, então para estimular a valorização e preservação do local, muitos condomínio fazem uso de práticas de merecimento para uso do salão de festas. Deve-se lembrar que todos podem utilizar de forma igual as dependências do condomínio, mas é possível aplicar medidas como não permitir que apartamentos inadimplentes possam fazer uso do salão, ou não permitir que apartamentos que tenham recebido um multa grave de uso do salão usem por determinado tempo. São maneiras de estimular a adimplência e cuidado com os bens do condomínio, e, normalmente, são eficientes.

  • Estipular Prazos para Reserva e Desistência:

Para organização e responsabilidade com os compromissos do condomínio, devem ser estipuladas medidas de tempo de antecedência para reserva e desistência, tanto para gerenciamento do salão de festas residencial, quanto para não prejudicar moradores que não fizeram uso do salão porque acreditavam que ia ser utilizado, mas, na realidade, não foi.

  • Estabelecer Taxa de Limpeza:

A limpeza é um ponto muito importante a ser garantido, pois não é recomendável que somente o responsável pela reserva seja encarregado, pois o salão pode não ficar nos padrões de limpeza ideais. Para evitar estresse e despadronização da limpeza, é ideal que se tenha uma taxa a ser paga, acordada em assembleia, e que ao final de cada reserva vá um profissional de limpeza garantir as condições adequadas de limpeza do salão de festas residencial.

  • Determinar horário de uso:

Por mais que haja horário de silêncio e o volume seja reduzido das 22h até às 6h, o próprio uso do salão com convidados conversando pode perturbar o sono de moradores em um horário muito tardio. É possível determinar o intervalo de tempo que está permitido para o salão, de modo a evitar incomodações e margem para problemas.

  • Ter um Termo de Responsabilidade:

Um documento formal é muito importante para conscientização e  também como prova de que, no momento da reserva, quem requisitou o uso do salão residencial está ciente da conduta e cuidados com o uso do salão. Além disso, o uso de um objeto mais formal e que contenha a confirmação tanto do morador quanto do síndico gera uma maior atenção e respeito. O documento pode contar com partes das normas de condomínio, assim como o horário e informações para melhor organização. Baixe aqui nosso modelo de Termo de Responsabilidade do Salão Residencial.

Agora é só aproveitar as partes boas do salão de festas residencial!